Off Sight | Regresso a Sintra e um novo olhar num espaço velho

off_sight_rosa_cover_meeksheep

O mês passado participei pela primeira vez no Off Sight, a continuação de um projeto fotográfico que nasceu como 6 on 6 e que, eventualmente, se transformou num novo desafio. O objetivo mantém-se: treinar a arte que é captar imagens e partilhar a sua história. Regressei, por isso, a Sintra e à busca por lugares abandonados.

Aproveitei um sábado de manhã para voltar a encontrar-me com a Marta e a Margarida e, faltando a Lúcia, juntou-se a Catarina e uma amiga minha que, estando cá de Erasmus, quis conhecer um pouco mais de Portugal.

Desta vez começámos logo por uma casa, de fachadas cor de rosa desbotadas, localizada numa rua principal e suficientemente movimentada para nos deixar um pouco desconfortáveis. Passámos por cima de uma pequena cerca de metal, pintada a verde, mas entrámos, sem qualquer dificuldade, pela porta da frente, que estava aberta.

Não existiam objetos pessoais no seu interior, nada que nos contasse uma história. Penso que talvez as fotografias que tirei possam contá-la por mim. Havia, contudo, um pássaro em decomposição no seu interior. Acho que todas o fotografámos. Cheguei a pensar que o mostraria. Acobardei-me porque é mórbido e não faz sentido partilhar a sua morte. Partilho antes a vida de um outro, que parecia estar à espera.

off_sight_pombo_meeksheep

Embora estivesse praticamente vazia achei piada à casa de banho ser muito cor-de-rosa. Quem escolheu a decoração era (ou é) certamente muito feminino. Por outro lado, a degradação espelhada no pó e nos detritos de paredes, louças e vidros, espalhados por toda a casa.

off_sight_banheira_meeksheep

off_sight_detritos_meeksheep

Antes de escolher as fotografias, fiz um esforço para pensar que casa abandonada, das poucas que já fotografei, queria partilhar este mês. Esta que vos trago não é de todo a minha preferida. Gosto especialmente daquelas em que encontro mais janelas e focos de luz. Ainda assim consegui registar dois momentos iluminados dos quais me orgulho.

off_sight_janela_meeksheep

off_sight_luz_meeksheep

Infelizmente não sei o nome da rua nem o nome, se é que o tem, da casa. Mas se alguém a reconhecer pelas fotografias, gostaria muito de saber.

Não se esqueçam de passar pelos blogues das fundadoras | a Marta do Viver a Viajar, as Catarinas do Joan of July e do A Girl in Mint Green, a Vânia do Raining Days and Mondays e a Joana do Jijie das outras convidadas, a Margarida do Leves e Ausentes, a Bela do Espiral em Flor e a Marta do FashiONoir.

  • Eu adorei a 3ª, a 4ª e a ultima! – tiveste aquele olhinho que conseguiu captar de forma detalhada! Havia detalhes tão bonitos!
    É uma casa muito bonita e tivemos sorte de a encontrar!
    Foi uma dificuldade entrar por causa daqueles “biquinhos”! haha
    beijinhos
    Margarida Lozano publicou recentemente: OFF SIGHT: Locais abandonados (Sintra)My Profile

  • Tal como a Jiji disse, as minhas fotografias favoritas também são as com focos de luz. ADORO a última! Também adoro a do puxador/batente da porta. Tenho uma cena com puxadores, até tenho um projecto fotográfico em suspenso, no qual gostaria de fotografar puxadores no Porto :p É mesmo engraçado ver as diferentes perspectivas que cada uma de vocês tem da mesma casa.
    Catarina Coelho publicou recentemente: MINT TALKS | Em Abril…My Profile

  • Eu acho que as vossas fotos desta casa contam uma história, por isso discordo contigo quando dizer que não havia objetos pessoais que tivessem ficado para trás para contar histórias. Gosto muito daquela foto onde mostras o lavatório das mãos por uma nesga entreaberta da porta, ou aquela última onde a luz entra casa adentro… as janelas, as portas, a luz, os cacos e o vazio das casas também contam, e muito bem, histórias! 🙂
    Vânia publicou recentemente: Off Sight | O Palácio Fonte da Pipa em LouléMy Profile

  • É mesmo incrível como falamos de tantas coisas idênticas nos.nossos posts como a casa rosa e o pássaro mórbido, estamos em sintonia Raquel, esta casa passou-nos a mesma sensação =)
    Gostei muito das tuas fotos, conseguiste criar um ar de mistério à sua volta. A da maçaneta da porta e a luz a entrar pela porta são as que mais gostei, estás de parabéns!!
    Marta Chan publicou recentemente: DIÁRIO A BORDO | PRIMEIRA VEZ NA INDIAMy Profile

  • O que mais gosto neste projecto é ver as diferentes (e muitas vezes antagónicas) visões do mesmo sitio! É brutal ver que cada uma coloca o seu cunho pessoal em cada local.
    Parabéns pelas fotos!
    Beijinho

    • Raquel Dias da Silva

      Também eu! Mas já reparaste que este mês, eu e a Marta pegámos na mesma casa e falámos em alguns pormenores iguais? É curioso porque não discutimos acerca disto!

  • A foto da porta entreaberta com a luz a entrar está qualquer coisa. Linda, linda!
    Marta Moura publicou recentemente: | Off sight: A pequena casa bonita |My Profile

    • Raquel Dias da Silva

      Obrigada Marta! Tirei umas quantas a ver se alguma ficava mesmo como eu queria 🙂

  • E as tuas fotos com focos de luz são, sem dúvida, as minhas preferidas. Parece ser a vida a querer invadir de novo esse espaço! 🙂

    É tão giro ver as diferentes perspectivas que tiveram do mesmo espaço!

    Jiji
    Joana Sousa publicou recentemente: Photo | Off Sight | Parque da Quinta das DevesasMy Profile

    • Raquel Dias da Silva

      Também são as minhas, confesso 🙂 Este mês achei piada eu e a Marta termos pegado na mesma casa e termos falado as duas sobre alguns pormenores. É curioso porque não falámos sobre isto!