Palavra-padrão, um pátio online com artesanato e cultura

Palavra-padrão é o pátio online de Daniela Oliveira, com quem comecei uma parceria há uns dias. Por isso gostava de vos apresentar a história por detrás do espaço que oferece a possibilidade de adquirir produtos artesanais ao mesmo tempo que incentiva a partilha de cultura através de palavras e de padrões visuais.

Como nasceu o Palavra-padrão

A página nasceu apenas em novembro de 2016, mas o conceito já começara a ser explorado no instagram de Daniela, que fotografava padrões associados a palavras. “Com a ajuda de um post-it, pensava numa palavra que determinado padrão me sugeria e escrevia a respetiva definição, terminando com um registo fotográfico”, esclarece a jovem, licenciada em Sociologia com especialização em Arte/Cultura.

Depois de ter começado a fazer artesanato para si e para os que lhe são próximos, acabou por perceber que poderia vender as suas peças. Porque não queria fazê-lo de forma impessoal, achou que faria sentido partilhar um pouco do que é e do que gosta no mesmo espaço em que expõe o seu trabalho manual. Foi assim que, finalmente, nasceu o Palavra-padrão, já não apenas como um conceito mas como materialização de um projeto com alma e coração.

“Eu nunca quis ter uma loja parada, onde despejasse para lá os produtos e as pessoas encomendassem.” – Daniela Oliveira

Daniela confessa que se atirou de cabeça. A ideia surgiu, a página e a conta de instagram  foram criadas num dia e, de repente, sem existir sequer stock de material e um inventário de peças, começaram a surgir encomendas. “As pessoas gostam, comentam, interagem. Fazem parte.” É esse feedback, garante, que faz valer a pena, sobretudo pelas histórias e partilhas que tem gerado. Quis fazê-lo à sua maneira – “com muita conversa, muita poesia, muitos desenhos, muita música, muita arte” – e tem resultado.

O que oferece e no que se inspira

Quanto aos produtos, há para todos os gostos. Apesar de estar a apostar sobretudo em bijuteria, tem saído da sua zona de conforto com caixas, avisos para portas (door hangers) e marcadores de livros. “Tenho imensas ideias para pôr em prática, mas todas giram em torno de um objetivo comum: criar produtos que «digam algo»”, assegura, explicando que embora alguns (muito poucos) produtos não sejam artesanais, as “jóias-da-coroa do Palavra-padrão” são criadas por si.

Inspirada pela leitura da Criança Amaldiçoada, ontem fiz estes marcadores de #harrypotter 😄 Que tal?

A post shared by palavra_padrão (@palavra_padrao) on

Inspira-se muito na literatura, porque é uma apaixonada e faz mais sentido dedicar-se a algo em que se reveja. Depois considera que o merch oficial é pouco personalizado e, sendo que cada leitor é único, há espaço para mais criatividade e, sobretudo, preços que não sejam absurdamente caros.

Se estão cada vez mais curiosos costuma demorar apenas dois a três dias a despachar uma encomenda e reza sempre para que os correios estejam em sintonia. Pessoalmente já estou de olho num colar com a constelação do meu signo (peixes), mas para quem gosta de livros há tanto para cobiçarmos.

Top3 factos da Daniela Oliveira

I) Está a tirar uma pós-graduação em Marketing Digital. Mas diz que não sabe o que quer ser quando for grande, “aliás, isso ainda parece uma realidade longínqua”.

“Sabe sim que quer experimentar um pouco de tudo e tentar ao máximo espantar-se com as descobertas que cada dia lhe coloca no caminho.” – afirma na terceira pessoa.

II) Acredita piamente que nunca se pergunta a um leitor qual é o seu livro preferido. Aproveita para contar que um dia ouviu o Gonçalo Cadilhe dizer, a poucos metros de si, que a sua viagem preferida era “a próxima”. Ainda assim, não deixa passar a oportunidade de referir que o Livro do Desassossego, de Fernando Pessoa, a marcou profundamente para o resto da vida e que ainda o lê regularmente.

III) Embora já não visite Lisboa há uns bons meses, diz que não consegue resistir à calçada. A Invicta é a cidade do seu coração, mas admite que a capital é riquíssima em padrões e que sempre que a visita fascina-se com a sua beleza.

Fechadas as apresentações, deixo-vos com a ilustração que a Daniela fez para festejar a parceria e que tem acabamento digital do Artur, a sua metade da laranja igualmente talentosa.

palavra-padrão-meeksheep-supernova

Para quem não sabe, o Supernova é o meu blogue de comunicação de ciência. A Daniela fará questão de divulgar algumas das minhas publicações, as que considerar pertinentes para o seu público, assim como terei todo o gosto em partilhar mais vezes as suas criações por aqui, sempre que considerar relevante para os meu leitores. Se ainda não conheciam o seu projeto, espero que gostem tanto como eu.

  • oh o projeto parece ser adoravel, tem ideias super criativas
    muito boa sorte
    beijinhos

    http://umacolherdearroz.blogspot.pt/

  • Sou-te muito sincera, não conhecia o projecto mas agradou-me! Vou pesquisar mais :p

    Beijocas,
    http://asofiaduar.blogspot.pt/

    • Raquel Dias da Silva

      Fico feliz por estar a dar a conhecer o projeto a alguém, então 🙂 Boa pesquisa!

      Beijinhos

  • Viviana Alves

    Projecto fantástico! Estão de parabéns 🙂
    Sigo as páginas e aprecio mesmo muito todo tipo trabalho artesanal… Já cheguei a vender na Ribeira, e Cais de Gaia artigo de bijutaria, com artigo em cortiça, e por vezes crochê feito pela minha mãe. Tinha um amigo que desenhava em madeira, também tinha trabalhos muito lindos…

    Continuem a juntar todo este misto de artes! Boas ideias

    Ps: realmente o colar dos signos é dos meus favoritos 🙂

    • Raquel Dias da Silva

      Olá Viviana,

      Parece-me que também tu poderias criar um projeto relacionado com o artesanato. Pensa nisso 🙂

      Obrigada pelo comentário e espero que voltes cá mais vezes. Beijinhos