Off Sight | Rostos primaveris num piquenique de verão

fotografia-piquenique-lolly-taste

Este mês, o Off Sight inaugura um novo rumo. Deixámos as casas e os lugares abandonados para trás para celebrarmos a vida através de retratos. Os rostos primaveris que partilho foram eternizados há umas semanas, no piquenique de aniversário da Joana Clara, no Jardim da Estrela, em  Lisboa.

Antes de avançar e vos falar dos traços, das cores e das texturas das pessoas que lá estavam presentes, relembro que conheci a Joana Clara este ano, não faz um mês, na Quinta das Conchas, num lanche pré-encontro Bloggers Camp, onde nos voltámos a reencontrar. Ser convidada para celebrar as suas 29 primaveras foi, por isso, uma surpresa e, sem sombra de dúvida, uma honra.

fotografia-de-retrato-as-cavalitas-do-vento

O seu sorriso é doce, como o seu coração. A sua alma é leve e plena, a sua energia positiva e contagiante. Faz lembrar a Pocahontas, não só pela pele bronzeada, mas sobretudo por ser genuína, pelo amor a todas as formas de vida e por andar às cavalitas do vento.

No seu ninho do vento só é permitida entrada a pessoas do bem. Como a Margarida Pestana, que entrou na nossa vida de rompante e a conquistou, confessamos, ao primeiro instante. Bastou sorrir, mostrar-se fresca e generosa e não ter medo de partilhar connosco os seus receios, os seus sonhos e os seus trunfos.

fotografia-de-retrato-margarida-pestana

A Margarida não foi, contudo, a única. O piquenique da Joana Clara encheu-se de rostos que me aquecem e que espero continuar a ver por muitos anos. Rostos com que podia nunca me ter cruzado, não fosse a blogosfera, afinal de contas, um lugar sem fronteiras com tanto potencial para nos surpreender. Imaginar sequer não me cruzar com a Vânia, a Raquel, a Sílvia e a Ana Paula parece-me um absurdo.

A Vânia, de pele clara e traços finos, mas uma força física e, sobretudo, interior que deixa qualquer um de queixo caído. A Vânia da superação, do copo cheio, das receitas de amor. A Vânia, com a sua voz inspiradora, que tanto tem para ensinar.

fotografia-de-retrato-lolly-taste

A Raquel, morena de fazer inveja e olhos claros que nos trespassam. A Raquel que partilha não só o meu nome como o mesmo amor pelas palavras e pelas causas sociais. A Raquel professora, que adora tanto dar como receber. A Raquel dos desafios, que não desiste, que aposta os sonhos e arrisca em ir em frente.

fotografia-de-retrato-brunettes-tofu

A Sílvia, de alma jovem, mas sábia. A Sílvia, mãe extremosa, com filhos adoráveis como o Carlos, que não largou a Joana Clara um único segundo e tornou o seu piquenique ainda mais luminoso. Tal mãe, tal filho, corações do tamanho do mundo.

fotografia-de-retrato-o-dia-da-liberdade

fotografia-de-retrato-carlitos

A Ana Paula, genuína, espontânea e tagarela. A Ana Paula que é, definitivamente, a energia em pessoa. A Ana Paula, apaixonada por Lisboa. A Ana Paula da cultura, do eléctrico e da bicicleta.

fotografia-de-retrato-eléctrico-28

Depois há as minhas companheiras de Off Sight. A Catarina Alves de Sousa, escritora, fotógrafa e empreendedora, capaz de nos convencer que os dias são realmente maiores do que parecem e que, com um pouco de ginástica, não há nada que nos seja importante que seja impossível. A Marta, a algarvia cidadã de todos os lugares, os reais e os imaginários, que sabe bem que quem não arrisca, não petisca e que é exemplo perfeito de conexão consigo e com a natureza. Mais uma Margarida, que é Guida, assim com tanto carinho. A Guida, dos olhos a brilhar, que está à espera de um rebento e de quem também quero cuidar.

fotografia-de-retrato-joan-of-july

fotografia-de-retrato-viver-a-viajar-marta-chan

fotografia-leves-e-ausentes

Fazer retratos, sobretudo os de soslaio, em que não tenho o retratado a olhar para mim e a tentar ficar na melhor posição ou com a expressão mais harmoniosa, é super desafiante. Embora tenha apanhado duas ou três das miúdas muito pouco desprevenidas, a maior parte das fotografias que tirei foram fruto de um rico exercício de stalking, de tentar captá-las enquanto conversavam ou estavam embrenhadas no momento. Este foi o resultado.

Não se esqueçam de ver as participações de A Girl in Mint Green, Raining days and mondaysJiji e a convidada fashiONoir.

  • Pingback: ACMA | Qual é o ingrediente que nunca pode faltar numa festa? Comida.()

  • Fui apanhada com um ar tão cansado 🙂 Obrigada e boas férias!

    • Raquel Dias da Silva

      Estás só concentrada, a ouvir. Pelo menos foi assim que interpretei. Boas férias, Sílvia!

  • Raquel, adorei o teu texto e as fotografias que o acompanham. Gostei de ouvir esta espécie de pequena biografia sobre todas estas pessoas 🙂 E entendo bem quando te referes ao “exercício de stalking” :p Queremos apanhar a pessoa sem que ela veja, mas queremos que fique bem. E isto ainda é pior quando estás a fotografar desconhecidos, correndo o risco de levar um raspanete :p

    • Raquel Dias da Silva

      Exatamente, mas por acaso tive sorte com as minhas modelos, todas muito fotogénicas 🙂

  • Que fotos bonitas. E belíssimo texto, Raquel, gostei muito.