Postcrossing. Transforma a tua caixa de correio numa caixa de surpresas

postcrossing-wall-meeksheep

Descobri o Postcrossing quando estava no secundário. Trata-se de uma plataforma, criada por um português, que incentiva e permite troca de postais por este mundo fora.

A plataforma internacional de Postcrossing, criada por Paulo Magalhães, permite a qualquer pessoa enviar e receber postais de todo o mundo. Basta enviar um postal para se receber um de volta, mas há mistério: nunca sabemos quem nem quando alguém nos envia. O objectivo é transformar uma simples caixa de correio numa caixa de surpresas.

É muito fácil de participar. Depois de nos ser fornecida uma morada e um código de identificação, que devemos escrever no postal (ou no envelope), somos os próximos a ser seleccionados quando alguém pedir uma morada. Podemos ter até cinco postais a viajar em simultâneo e sempre que alguém registar um código temos a possibilidade de enviar mais postais. Quanto mais enviarmos, mais recebemos.

Por outro lado, é ainda possível contactares membros registados que estejam interessados em começar trocas de postais sem serem monitorizadas. É uma forma, por exemplo, de conseguires retribuir a alguém que te enviou um postal muito bonito e que se esqueceu de escrever a sua morada ou de começares a trocar com alguém que tem uma colecção de postais que tu queres muito.

Passei três anos da minha vida a enviar cartas e a receber e lembro-me perfeitamente da emoção que era escrever umas linhas para uma pessoa nova e do quão ansiosa ficava à espera de correio. Infelizmente quando entrei na faculdade, em Lisboa, deixei de o fazer porque os correios não são assim tão perto de casa. Hoje sinto que está na hora de deixar de ser preguiçosa e retomar uma das actividades que mais me fez feliz na adolescência.

Espreita alguns dos postais que fui adicionando à minha coleção:

Podem seguir o meu perfil e descobrir mais acerca deste projeto através do blogue da plataforma. Prometo que valerá a pena.

  • Eu fazia correspondência e que saudades desses dias! Adoro escrever, adoro cartas e postais e ainda continuo a enviá-los 🙂 Um beijinho, excelente iniciativa!

    thebrunettetofu.blogspot.pt

  • Também ando por lá, embora não tenha enviado postais nos últimos tempos. Tenho de voltar a enviar, porque adoro quando um deles chega à minha caixinha de correio!
    Catarina Gralha publicou recentemente: Onde dormi em São Petersburgo: Simple HostelMy Profile

    • Raquel Dias da Silva

      Catarina, porque não te juntas ao grupo? Teria todo o gosto em trocar postais contigo 🙂

  • Pingback: Postcrossing | Uma surpresa por mês: postais viajantes()

  • Mafalda Ar

    Com tantos anos de postais que acumulo, é sempre uma alegria encontrar corações que partilhem esse mesmo amor que eu. 🙂

    • Raquel Dias da Silva

      Queres trocar postais comigo? 🙂